«And some people say that it's just rock 'n' roll. Oh but it gets you right down to your soul» NICK CAVE

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Quebra-mares

A categoria Quebra-mares (aos molhos nos enrocamentos), no concurso para o maior Mamarracho da Madeira Nova, uma iniciativa do Diário de Notícias da Madeira, merece mais visibilidade.

Até agora, estão a ganhar os mamarrachos mais óbvios, na zona mais populosa da Madeira. Contudo, o que está longe da vista não deixa de ser menos mamarracho do que o balão panorâmico ou o monstro do Amparo.

O grau de intervenção na natureza e de choque paisagístico da estrada/paredão no Jardim do Mar, por exemplo, e do referido balão panorâmico - ainda por cima amovível - não tem comparação. Se juntarmos todos os quebra-mares e enrocamentos espalhados pela costa da ilha (pode fazer-nos chegar imagens de mamarrachos marítimos), num esforço de visão conjunta, morre-se de susto.

Ficam alguns exemplos (as imagens podem ser ampliadas se clicar sobre elas):


Poço (piscina) dos Reis Magos Duplo "poço" na frente mar da Ribeira Brava
Enrocamento da praia artificial da vila da Calheta, no Site Oficial do Turismo da Madeira: photo (c) Roberto PereiraEnrocamento (poço) na vila Ponta do Sol, no Site Oficial do Turismo da Madeira: photo (c) DRTM Quatro vistas da estrada/paredão no Jardim do Mar, que engoliu 800m de calhau, caso central no documentário da Save the Waves
Enrocamento (poço) na Ponta Delgada, caso abordado no filme da Save the Waves: photo (c) William Henry
Concentração "Antiférica" na praia do Portinho, Jardim do Mar

Recorde-se:
Musa inspiradora do Lost Jewel of the Atlantic (bilingual text)
Se restavam dúvidas sobre a pertinência do filme Lost Jewel...
Natureza não é só serra e laurissilva
Artificial como o Jet Bronze Spray
Sem artificializar, Rigo dixit

«Façam outro favor: não degradem a paisagem deslumbrante da Região. Se formos capazes de não estragar e preservar o que temos de mais valioso, jamais faltarão turistas à Região. Cuidem do ambiente, por favor… não conspurquem a paisagem com mais monstruosidades. Há vales que são um desafio à recuperação… Isto é mais importante que todas as “sociedades” ditas de promoção.»
(GILBERTO TEIXEIRA, Jornal da Madeira, 17.08. 2006)

5 comentários:

  1. Obrigado pela referência. O caso não está ilustrado porque não tenho uma fotografia. Pelos menos para já.

    ResponderEliminar
  2. As auto-estradas da comunicação possibilitaram a rápida inclusão da "piscina" dos Reis Magos no lote dos mamarrachos marítimos, que é um caso incontornável. Obrigado pelo envio da imagem.

    ResponderEliminar
  3. Alguns até ficam bem escondidos e sao necessários. Maior Mamarracho acho o Iate dos Beatles ke não faz nada ali senão tirar a beleza da nossa baía.

    ResponderEliminar
  4. Olho para estas fotos e o que vejo é o reflexo da prepotência política e económica!O Senhor que planeou isto para a Madeira lembrou-se de ter como modelo de ordenamento do território e aposta em espaços turísticos para a Madeira o modelo das Canárias, que é um dos mais antigos e piores da Europa, pior que o do Algarve!É vergonhoso!

    ResponderEliminar